Categorias
Prata Coloidal

Nanopartículas de Prata

O que é ? E para que serve?

Nanopartículas de Prata também conhecida como Prata coloidal, é um dos nanomateriais mais estudados atualmente. trata-se de uma solução de prata metálica com dimensões muito pequenas, em média o tamanho de cada partícula varia de 1 a 100 nanômetros de diâmetro (KEY; MAASS, 2001). 1 nanômetro é cerca de 100 mil vezes menor que a espessura de um fio de cabelo. Seu uso tem sido relatado em documentos científicos desde o fim do século XVIII (GIBBS, 1999).

As nanopartículas de prata são conhecidas por sua atividade antimicrobiana e por inibir uma ampla gama de micro-organismos dentre eles bactérias Gram-positivas e Gram-negativas incluindo estirpes resistentes a antibióticos (BALAZS et al., 2004), fungos, protozoários e alguns tipos de vírus (MELAIYE; YOUNGS, 2005; STOBIE et al. 2008). Comparada com outros metais a prata causa maior toxicidade aos micro-organismos ao mesmo tempo em que exibe menor toxicidade para células de mamíferos (ZHAO; STEVENS, 1998), (MATTOSO; RIBEIRO; NETO, 2008).

Pesquisadores estão direcionando suas pesquisas para as nanopartículas de prata especialmente para resolver o problema dos patógenos, incluindo bactérias e fungos, resistentes a diversos fármacos (GEMMELL; EDWARDS; FRAINSE, 2006; CHOPRA, 2007).

Por que o tamanho é tão importante?

Nanopartículas de prata são muito eficazes, pois possuem uma alta relação superfície/volume, essa característica possibilita uma maior ação no sítio alvo (microrganismo) quando comparado com partículas maiores (micrométricas) (GUPTA; GUPTA, 2005; KARIMI; KARIMI; SHOKROLLAHI, 2013; MAURIN et al., 2013).

As nano partículas são seguras? E onde já são utilizadas?

Nanopartículas de Prata são dispersas e em baixas concentrações podem circular pelas membranas celulares sem ocasionar danos aos organismos superiores, e são necessárias baixíssimas concentrações para atuarem contra os micro-organismos visto que a concentração efetiva contra micro-organismos é de 1 mg/L (CHOI et al., 2008)

Além de agentes antimicrobianos, as nanopartículas de prata são usadas em bio-sensores e filtros (CAO, 2004), curativos, em tecidos têxteis e ataduras para os pacientes com queimaduras (DURÁN et al., 2007), em máscaras cirúrgicas (LI et al., 2006), em próteses (NAM, 2011), em cateteres, fios de sutura, tendões artificiais e adesivos ortodônticos (CHEN; SCHLUESENER, 2008).

As nanopartículas de prata também estão sendo usadas em sistemas de purificação de água (MAYNARD, 2007) e em biofilmes para a conservação de alimentos (MATTOSO; RIBEIRO; NETO, 2008).

Conclusão:

Assim, nanopartículas de prata é o candidato ideal para o desenvolvimento de novos produtos antimicrobianos (RAI; YADAV; GADE, 2009).